quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Julgamentos...

Você já parou para pensar no quanto julgamos as pessoas a nossa volta? Não adianta vir com aquela frase mentirosa de que você não julga e blá, blá, blá porque todos nós julgamos uns aos outros, mesmo sem ter a intensão de condenar ninguém.
Em uma das nossas rodas de conversa, há alguns dias, me dei conta do quanto o julgamento está presente... a fulana que é assim, o ciclano que é assado, o beltrano então nem se fala! E por aí vai... Muitas vezes esse julgamento é feito antes mesmo da pessoa ter tempo de se mostrar, antes do tempo de se conhecê-la de verdade...
O que esquecemos é que nós estamos constantemente sob o julgamento alheio e, portanto, somos réu e juíz simultaneamente. Acredito que o julgamento é, na verdade, o resultado das análises que fazemos sobre as pessoa com as quais convivemos e que saber aceitar o jeito, opinião e personalidade do outro é uma questão de respeito... confesso que em alguns casos é quase uma tortura mental ter que aguentar o papo de certas personalidades que aparecem em nossa vida, mas a tolerância também é fundamental!
Precisamos, antes de qualquer coisa, sermos justos e justiça não é uma coisa fácil de praticar, justamente porque cada cabeça, uma sentença, mas o bom senso deve estar acima do preconceito, da intolerância e do pré-julgamento. Então da próxima vez que você se pegar julgando prematuramente alguém, pense duas (ou três) vezes antes de expor a sua sentença em relação à ela...
Até a próxima...

2 comentários:

Colecionadora de Silêncios disse...

Olá, Tânia.

Adorei o seu texto! Fazemos isso mesmo, muitas vezes, sem perceber e até sem maldade, mas lá está o julgamento implícito ou explícito!

O seu texto me fez refletir muito sobre isso e eu me irrito com conceitos pré-concebidos sobre alguém ou alguma coisa e, muitas vezes, já me peguei julgando algo ou alguém sem ter a certeza do pq daquilo. Isso é péssimo!

Parabéns pelo texto e pelos pensamentos...

Aproveito para te desejar, independete de crenças, um Natal cheio de paz e alegria junto aos seus. :)

Grande abraço.

Tânia Yuri disse...

Sinto-me lisongeada! Obrigada!
É isso aí, somos humanos e sujeitos ao erro e ao julgamento... muitos condenam , mas outros absolvem, a vida é feita de escolhas e para escolher é preciso analizar.... consequentemente julgar sejam pessoas ou opções, situações... ainda asssim são escolhas!

Feliz Natal, cheio de luz, paz e amor!!!
Luz na mente e paz na alma...

Postar um comentário

Faça aqui sua pesquisa

Minha foto
♣Tânia Yuri ♣
Atibaia, São Paulo, Brazil
❤ Mãe, filha, amiga, professora... ♀ MULHER ♀
Visualizar meu perfil completo